Use a psicologia das cores em seu negócio digital



Para valorizar a presença online de uma empresa ou marca, é preciso ter cuidado com diversos fatores. Entre eles, podemos citar o logotipo e o layout da página. Recursos visuais têm forte poder de influenciar consumidores e, por isso, devem ser muito bem trabalhados ao desenvolver o site de uma empresa. Ser capaz de usar as imagens a seu favor, ter um layout organizado, com fontes bem selecionadas, e um logo marcante são requisitos essenciais.

Aliado a eles, outro aspecto que merece atenção é a seleção das cores. Elas possuem a habilidade de despertar emoções, atrair clientes, incentivá-los a comprar e ainda transformar comportamentos. Mas, da mesma forma que trazem benefícios, a escolha malfeita pode afastar consumidores. Para acertar, é importante saber aplicar a psicologia das cores no negócio digital.


A psicologia das cores

Pense em uma rede de fast-food com as cores vermelha e amarela. Agora pense em uma bebida cuja lata é vermelha. Mesmo sem receber mais detalhes a respeito dessas marcas, provavelmente você se lembrou do McDonald’s e da Coca-Cola. Isso ocorre porque somos capazes de relacionar as cores a um produto, sendo que cada cor é recebida por nós de uma forma diferente.


Segundo informações reunidas por Neil Patel, as cores são responsáveis por aumentar o reconhecimento de uma marca em 80% — como é possível comprovar com os exemplos acima. Além disso, ao realizar uma compra, 93% dos consumidores julgam a aparência visual e a cor do produto acima da textura (6%) e do cheiro (1%).


Mas antes de escolher as cores para um site ou comércio eletrônico, é fundamental conhecer a buyer persona da empresa. Ao compreender quem é seu cliente ideal, você saberá quais cores devem ser aplicadas para chamar a atenção dele. Além disso, o tipo de negócio também é um fator a ser considerado na seleção da paleta de cores. Ou seja, deve-se definir a personalidade que a marca quer passar ao cliente e, então, aplicar a cor mais indicada para isso.


Se a cores são capazes de despertar sentimentos, a empresa tem de conceber a forma como ela quer que o consumidor se sinta durante a compra. Alguns clientes sentem-se inclinados a escolher certos produtos quando estão animados, enquanto outros itens são comprados por pessoas em um momento de serenidade.


Nesse sentido, vale relembrar o exemplo da Coca-Cola e do McDonald’s: as cores vermelha e amarela costumam atrair clientes impulsivos, pois são relacionadas ao imediatismo, ao senso de urgência e ao otimismo. Já os consumidores com orçamento controlado, que ponderam antes de finalizar a compra, tendem a ser atraídos pela cor azul, já que essa tonalidade inspira calma, confiança e segurança.


Significados das cores e segmentos comerciais



Se você definiu sua buyer persona, a sensação que pretende despertar no público e a personalidade de seu negócio digital, agora é o momento de selecionar sua paleta de cores.


Vejamos os significados atribuídos a algumas delas e com quais categorias cada uma dialoga melhor:

  • Preta — Essa cor é associada ao luto e outros sentimentos negativos. No entanto, ela também desperta a percepção de elegância, poder, sobriedade e mistério. A relação com o luxo e a sofisticação faz com que seja vinculada a joias (ex.: Vivara), grifes (ex.: Chanel) e produtos importados (ex.: M.A.C).

  • Branca — É a cor da paz. Remete à pureza, inocência, limpeza e simplicidade. Funciona muito bem em contraste com cores quentes, para destacar algo.

  • Amarela — É estimulante e, por isso, tem a habilidade de ativar a mente. Proporciona a sensação de alegria, calor, felicidade, conforto; beneficia a criatividade e melhora a concentração; além de ser acolhedora. É muito utilizada pelo ramo alimentício (ex.: Habib’s e Pringles).

  • Vermelha — Causa no cérebro uma sensação de movimento, sendo capaz de aguçar os sentidos e atrair o olhar em meio a outras cores. Além de ser usada em redes de fast-food (ex.: KFC), aparece em diversas embalagens de alimentos (ex.: Ruffles) e em logos de emissoras (ex.: BBC, CNN).

  • Laranja — Cor estimulante, ainda que menos excitante que a vermelha. É vibrante e provoca a sensação de entusiasmo e excitação, ao mesmo tempo em que é equilibrada. Está vinculada à noção de diversão e amizade (ex.: Gol Linhas Aéreas, Fanta Laranja).

  • Azul — Sugere confiança, serenidade, paciência e credibilidade. É considerada a cor mais “segura”. A cor azul tem a vantagem de não incomodar visualmente, além de proporcionar destaque. Muitas marcas de produtos de higiene e cosméticos usam o azul (ex.: Oral-B, Nivea), assim como empresas do ramo financeiro (ex.: American Express).

  • Verde — Essa cor inspira bem-estar, saúde, renovação, esperança, harmonia e positividade. É a mais indicada para colorir o botão “Comprar” de seu e-commerce, pois tem a habilidade de tranquilizar e motivar a ir em frente (como acontece nos semáforos). É bastante empregada por empresas relacionadas à natureza (ex.: Animal Planet, Greenpeace).

  • Embora haja uma cor predominante, na verdade, ocorre uma combinação de cores nos logos e sites das marcas mencionadas. Misturam-se a cor branca com a preta, a vermelha com a amarela, e assim por diante. Criar uma paleta de cores agradável, que atraia clientes e que reflita a personalidade de seu negócio digital é indispensável. Caso você esteja criando sua marca ou site agora e não se sinta confiante em executar essa mistura, a ferramenta do Adobe Color CC pode servir de auxílio. Espero que goste.

Que tal começar agora mesmo a escolher as cores para sua marca? Se precisar de alguma orientação, entre em contato com a um quatro dois e teremos prazer em ajudar!
72 visualizações

SERVIÇOS

CONSULTORIA

Marketing Digital
Criação de site
E-mail Marketing
Gestão de Redes Sociais

Google Marketing

Links Patrocinados

Branded Content

Consultoria de Marketing
Consultoria e Planejamento Estratégico
Business Intelligence

Consultoria Contínua

Consultoria de SEO

Consultoria de Marca

Treinamento em Marketing Digital

BRIEFING

MARKETING DIGITAL

Landing Pages

Hotsite

Envio de E-mail Mkt

SEO Otimização

Soluções Digitais

Agência Digital

Agência de Marketing Digital